Minha Matricula
Você adicionou , o que deseja fazer agora?
Voltar! Fechar Compra!

Oporto Forte - Grupo

Você trabalha com manuseio ou transporte cargas perigosas? Então tem que ler isso.

Você trabalha com manuseio ou transporte cargas perigosas? Então tem que ler isso.

O transporte de cargas perigosas vem crescendo nos últimos anos. Isso significa que é preciso estar preparado para manusear ou transportar esse tipo de carga. Será que você está?

Quando falamos em cargas perigosas, muitos lembram apenas das substâncias químicas carregadas dentro de barris. É errado pensar dessa forma e pensar assim pode até trazer riscos para os trabalhadores que armazenam, distribuem e transportam este tipo de produto.

Você sabe qual a diferença entre Produto Perigoso e Carga Perigosa?

Produto Perigoso: Oferece risco armazenado no depósito ou sendo transportado. São substâncias ou artigos que apresentem risco para a saúde das pessoas, para a segurança pública e para o meio ambiente. São classificados como perigosos aqueles que, em sua composição, possuem algum tipo de origem biológica, química ou radiológica e que representam algum risco aos seres vivos ou ao meio ambiente. Tratam-se de itens que precisam ser manuseados e movimentados cuidadosamente para evitar acidentes e contaminações. Ex: 200 litros de gasolina.

Carga Perigosa: Para ser considerado transporte de carga perigosa, basta qualquer tipo de carga ser transportada de forma inadequada, mal acondicionada, etc. A carga perigosa estacionada no pátio da empresa normalmente não oferece risco, o que só acontece quando ela está sendo transportada. Ex: Um transformador de energia elétrica pesando 110 toneladas.

Isso quer dizer que: “Nem toda carga perigosa é um produto perigoso, mas todo produto perigoso é uma carga perigosa”.

Separamos aqui os tipos de produtos perigosos:

·         Explosivos, como os sinalizadores;

·         Gases inflamáveis, não inflamáveis e tóxicos;

·         Líquidos inflamáveis;

·         Sólidos inflamáveis, com combustão espontânea e sólidos perigosos quando molhados;

·         Produtos oxidantes e peróxidos orgânicos;

·         Produtos tóxicos e substâncias infecciosas;

·         Itens radioativos;

·         Itens corrosivos, como a água sanitária;

·         Itens variados, como telefones e ímãs.

Os Produtos Perigosos são classificados por classes de riscos.

O manuseio e transporte de produtos perigosos exigem muita atenção e cuidado de todas as partes envolvidas nesses processos. As normas que regulamentam esse tipo de movimentação são rígidas, pois qualquer erro ou falha pode trazer riscos ambientais, financeiros e humanos.

Ou seja, não é qualquer profissional que pode manusear cargas perigosas. Todos os funcionários envolvidos diretamente com essas substâncias, devem passar por um  treinamento certificado e mantê-los atualizados constantemente (por meio de curso de atualização/Reciclagem que é recomendável anualmente ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização) para garantir segurança e responsabilidade aos processos.

Portanto, é fundamental identificar os produtos perigosos antes de manipulá-los, a fim de evitar acidentes e problemas que podem causar danos ao ambiente e às pessoas com esse tipo de carga.

 

Se gostou do artigo, Curta, comente, compartilhe.

 

 

Fonte: epi-tuiuti.com.br/blog | Blog do Bsoft |Sestsenat

Enviando Comentário Fechar :/
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
1
Desenvolvido por: Fokus - Mídias Digitais
Voltar ao topo