Minha Matricula
Você adicionou , o que deseja fazer agora?
Voltar! Fechar Compra!

Guiné-Bissau e Brasil assinam acordos de cooperação técnica em várias áreas

Guiné-Bissau e Brasil assinam acordos de cooperação técnica em várias áreas

Os acordos em causa, que “reforçam os laços históricos e relações diplomáticas” entre os dois países lusófonos, foram assinados pela ministra dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e das Comunidades do país africano, Suzi Barbosa, e pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), segundo um comunicado do Governo da Guiné-Bissau.

Suzi Barbosa usou as redes sociais para enaltecer os protocolos firmados em Brasília, capital brasileira, classificando-os como “mais um passo” na concretização da missão de “afirmar o potencial da Guiné-Bissau”.

“Os protocolos agora assinados vão permitir-nos executar vários projetos estruturais para o desenvolvimento do nosso país. A obra falará sempre melhor que quaisquer palavras e demonstra que todas as concretizações são tomadas com os guineenses no centro da decisão e com o único objetivo de dar qualidade de vida às nossas gentes”, indicou a governante no Facebook.

Entre as principais linhas do acordo de cooperação na área da saúde está a doação de oito máquinas de hemodiálise à Guiné-Bissau, o reforço dos projetos de combate ao vírus da imunodeficiência humana (HIV), que está na origem da sida, e o apoio na especialização dos médicos guineenses.

Na agroindústria está prevista a restruturação do Centro de Processamento do Caju e a capacitação de agentes da Guiné-Bissau na indústria de transformação de produtos locais.

Já na educação e formação profissional haverá um fortalecimento do programa de cantinas escolares, a dança Capoeira passará a constar no plano curricular da Escola Nacional de Educação Física e Desporto, e profissionais da Guiné-Bissau vão frequentar o curso internacional de capacitação de Gestores de Unidades de Formação Profissional dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

Relativamente à Justiça, o acordo aposta na capacitação dos magistrados do Ministério Público.

Na esfera diplomática, devido ao contexto pandêmico, o Instituto Rio Branco, vinculado ao Governo brasileiro, irá oferecer cursos de curta duração, de forma virtual, a diplomatas da Guiné-Bissau.

Já a cooperação no domínio da defesa e da segurança permitirá a profissionalização e fortalecimento das instituições militares guineenses, “contribuindo assim para reforçar a estabilidade governativa e, consequentemente, para o desenvolvimento socioeconômico do país”, salientou Suzi Barbosa.

Os protocolos de cooperação foram assinados no âmbito de uma visita de Estado do Presidente da República da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, e da ministra Suzi Barbosa, ao Brasil.

 

Fonte: www.plataformamedia.com

  • Compartilhe em sua rede social:
Enviando Comentário Fechar :/
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
1