X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
Minha Matricula
Você adicionou , o que deseja fazer agora?
Voltar! Fechar Compra!

Gestão de Processos - 4 piores erros

Gestão de Processos  - 4 piores erros

A competitividade só existe para empresas engajadas. É preciso compreender como seus colaboradores executam as suas funções, como isso implica no quadro produtivo e quais as diretrizes da organização para o trabalho.

É muito importante que as companhias tenham um vasto entendimento de todo o seu processo produtivo e de gestão, detectando possíveis falhas e buscando corrigi-las.

Vamos aos 4 piores erros:

1.   Processos divergentes por falta de comunicação

Pasme! É muito mais comum do que você imagina, embora lamentável que a comunicação seja deficiente mesmo numa grande empresa com cadeia produtiva ampla.

Quanto mais falha na comunicação interna, maior é a divergência de processos. Além disso, o problema pode refletir no atendimento ao cliente gerando grandes prejuízos à organização.

Não sei se lembram, mas há alguns dias postamos um artigo: um exemplo clássico ocorrido com a NASA que causou um perda financeira de R$327,6 milhões de dólares.

Então, para evitar problemas futuros, mantenha uma comunicação consistente e adequada, o que incentiva o empenho e o comprometimento de toda a equipe. E lembre-se: Uma empresa funciona como uma engrenagem. Todos os envolvidos precisam desempenhar sua função de forma eficaz.

2.   Falta de alinhamento com as metas corporativas

Muitas empresas já adotaram uma gestão de processos, porém ao por em prática não conseguem obter o resultado esperado. Isso deve estar acontecendo porque alguma coisa está errada com a sua gestão de processos. Portanto, estabeleça metas e indicadores de desempenho, alinhando-os com as estratégias empresariais. O alinhamento de estratégia é a metodologia inegociável para você entrar na gestão de um negócio desejável, viável e sustentável.

3.   Indefinição de tarefas e responsabilidades

Os processos de uma empresa dependem de esforços individuais e de trabalho em grupo. Cada pessoa envolvida no projeto deve entender claramente qual a sua função e responsabilidade, assim como qual é a função e a responsabilidade do seu setor.

Você pode criar uma matriz de responsabilidades, também conhecida como Matriz RACI, que é um instrumento muito eficiente. Ela pode ajudar na definição das funções e responsabilidades dos colaboradores.

 4.   Falta de controle

A necessidade de controles internos fica muito mais evidente quando começam a aparecer erros recorrentes (falta de produtos em estoque, atrasos na realização de serviços, retrabalho, insuficiência de recursos para quitar as obrigações...), e veja que uma falha puxa a outra. Se não há boa comunicação nem uma ferramenta capaz de auxiliar os processos, não existe controle eficiente. Se os processos não estiverem bem definidos não saberá nem a quem recorrer quando surgir um problema.

Portanto, cabe ao gestor estruturar os processos e monitorar constantemente para não ser surpreendido por resultados inesperados. Afinal, o grande benefício do acompanhamento é a possibilidade de gerar histórico e se antecipar a determinadas situações.

 

E se você quiser saber como desenvolver essas habilidades para melhorar ou implementar uma boa gestão de processos em sua empresa, clique aqui e saiba mais.

 

 

Enviando Comentário Fechar :/
Desenvolvido por: Fokus - Mídias Digitais
Voltar ao topo